Com 1.126 casas, novo loteamento deve ficar pronto em 24 meses

Vila dos Ibirás - Jardim Ipanema será vizinho ao Valle Verde e terá escola municipal incluída no projeto

    • ACidadeON/Araraquara
    • Tom Oliveira
Tom Oliveira/ACidadeON
Casas vão custar entre R$ 122 mil e R$ 150 mil (Tom Oliveira/ACidadeON)

 

O novo loteamento Vila dos Ibirás – Jardim Ipanema, da construtora HM Engenharia, terá 1.126 unidades a serem construídas no prazo de 24 meses. Cada unidade terá valor entre R$ 122 mil e R$ 150 mil, financiadas pela Caixa de acordo com as regras do programa Minha Casa Minha Vida. Os imóveis são para as faixas 1,5, com renda até R$ 2,6 mil, e 2 do programa, com renda até R$ 4 mil.

O lançamento foi feito na tarde desta segunda-feira (15) na Prefeitura, já que o novo bairro recebeu o cunho de empreendimento social. Há uma demanda de cadastrados nos programas de habitação do município que, receberão uma convocação e terão a possibilidade de comprar esses imóveis, ainda na planta. O Vila dos Ibirás é vizinho do Valle Verde, na região Norte da cidade.

A expectativa é que a assinatura dos contratos ocorra entre os dias 3 e 5 de fevereiro. Para isso, a partir de segunda-feira (22), os possíveis compradores serão atendidos pela equipe da Prefeitura e da construtora. Lá, terão todas as informações necessárias e poderão fazer ou não compra nos moldes estabelecidos. O programa Minha Casa Minha Vida pode dar subsídios de até R$ 31 mil, dependendo da situação financeira de cada família interessada.

Essa demanda habitacional já está cadastrada, mas segundo Mara Gomes, coordenadora municipal do setor, estão sendo atualizados os cadastros para serem enviados à construtora e, assim, adiantar o processo de aprovação perante o banco. Essa atualização está sendo feita no Ginásio da Pista, na Rua Expedicionários do Brasil, no Centro.

“Quando a gente soube do empreendimento, eu selecionei as famílias que tinham renda a partir de R$ 2,6 mil. Em contato com a HM, a gente fechou uma lista das 1.700 famílias já com agendamento para serem atendidos pela construtora. A partir de hoje estamos atualizando o cadastro de quem agora consegue essa renda e vamos a partir da semana que vem fazer uma segunda lista com todas as atualizações, além de identificar os servidores que têm interesse, de acordo com a reserva de casas”, explica.

Um dos destaques desse projeto é a destinação de 100 casas para servidores públicos municipais. Também haverá 34 casas adaptadas às pessoas com deficiência física.

Nova escola
Outro ponto importante no projeto é a contrapartida da construtora ao município. A HM repassará R$ 3,8 milhões para a Prefeitura para serem utilizados na construção de uma escola municipal e mais outros prédios públicos, como creche e posto de saúde.

Quem destacou essa novidade foi o prefeito Edinho Silva. “Esse empreendimento está nos ajudando a corrigir uma demanda que está no orçamento participativo. Estamos construindo uma saída para desafogar o déficit educacional na região”, comentou.
Edinho disse ainda que o loteamento havia sido aprovado em 2015, mas o Ministério Público exigiu mudanças, como a largura das ruas, por exemplo.

“O terreno já era aprovado e registrado no município de Araraquara numa área de expansão. Vamos construir 1126 casas, uma escola e dar qualidade de vida para esses moradores. A abertura das vendas será pelo cadastro municipal. A previsão de assinatura dos contratos será entre 3 e 5 de fevereiro e depois estará aberto ao restante do município”, explicou Sylvia Bianco, diretora executiva da HM Engenharia.

Sobre cadastro e documentação

Conforme as regras do programa, é necessário que o interessado seja maior de 18 anos e um dos membros que compõem a renda familiar, além de não possuir imóvel registrado no nome.

Ao comparecer no posto de atendimento, os candidatos participantes devem apresentar originais e cópias dos seguintes documentos: RG, CPF, certidão de casamento/ou nascimento, carteira de trabalho, conta de luz, água ou telefone, comprovante de renda dos interessados que farão a composição de renda para o financiamento e comprovante de endereço, em nome de um dos participantes. Finalmente, os candidatos não podem ter restrições cadastrais, como SPC, Serasa e Receita Federal, entre outros. É obrigatória a presença de pelo menos um dos envolvidos na compra, ficando vedada a nomeação de um representante legal para realizar o cadastro.

Serviço
Atendimento aos convocados pela Coordenadoria de Habitação
Data: 22 a 26 de janeiro
Horário: 9h às 18h
Local: Ginásio da Pista “Guilherme Fragoso Ferrão”
Rua Expedicionários do Brasil, s/n – São Geraldo

Atendimento às pessoas que atualizaram cadastro na Coordenadoria de Habitação de 22 a 26 de janeiro e servidores municipais
Data: 29 de janeiro a 02 de fevereiro
Horário: 9h às 18h
Local: Ginásio da Pista “Guilherme Fragoso Ferrão”
Rua Expedicionários do Brasil, s/n – São Geraldo
 


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.